Se você também ama decoração, fique ligada nesses 9 segredos e deixe sua criatividade fluir com muito estilo e personalidade!

A decoração é cheia de mitos, do que pode e não pode. Mas será que é mesmo assim? Afinal, assim como a moda, o décor de interiores e exteriores também muda com o tempo, se adaptando aos novos hábitos dos moradores.

Para não ficar mais na dúvida e fazer aquela decoração dos sonhos, nós vamos hoje derrubar alguns desses mitos e descobrir alguns segredinhos inesperados que vão fazer você repensar o visual de casa.

Pronta para embarcar nessa viagem e se inspirar para dar novo fôlego aos ambientes?

  • A decoração é feita de detalhes

Não são só as peças grandes e chamativas que importam. Na verdade, na decoração são os detalhes que fazem diferença, podendo encantar ou destruir o visual. Veja alguns que mudam completamente o resultado final do design:

A altura das cortinas é um deles: elas devem ficar o mais alto possível. Bem pertinho do teto elas fazem parecer que a janela é maior. Cuidado também com o comprimento, já que a barra deve encostar no chão para não parecer “pescando siri”.

  • Crie profundidade com a regra dos 3

Bastam 3 objetos para que nosso cérebro automaticamente forme um conjunto, criando uma imagem tridimensional – e, portanto, com profundidade.

Use essa “regrinha do 3” na decoração para criar cantos aconchegantes na área de lazer, como dois pufes próximos ao sofá; duas poltronas com dois seat garden; ou ainda uma chaise, uma mesa de centro e uma poltrona suspensa.

Isso já é suficiente para montar um cantinho super gostoso e acolhedor na área externa, por exemplo.

  • Regra de 3 também vale para a escolha das cores

Outro segredo de decoração é usar a mesma regrinha para as cores. Quando você restringe a paleta a 3 cores, evita o excesso e a confusão, mas também a monotonia. 

  • Nada de deixar tudo combinando

Ter tudo muito combinadinho torna o visual chato e cansativo. Principalmente na área de lazer, a decoração deve ser alegre e com movimento, para induzir ao relaxamento, mas também à diversão.

Ter um ambiente com personalidade significa despertar interesse visual, o que tem tudo a ver com o mix de texturas e materiais. Fica lindo, por exemplo, misturar madeira com móveis de fibra sintética e alumínio, como poltronas e mesa de centro tronco.

  • Nem sempre o conjunto é a melhor opção

Toda sala deve ter sofá e poltronas? Muita gente acha que sim, mas na verdade a configuração deve estar de acordo com os hábitos dos moradores.

Se o ambiente é mais usado para ver TV, então o importante é ter um sofá farto e profundo, bem gostoso e acolhedor. Se, ao contrário, a TV quase não é assistida, mas você adora receber os amigos, o ideal é apostar em lugares soltos e variados.

Nesse caso, opte pelos assentos fáceis de serem deslocados e reconfigurados conforme a necessidade: como poltronas com pufes, seat garden e até uma mesa bistrô com cadeiras são versáteis, funcionais e dão um charme extra ao espaço.

  • Faça arte com os objetos cotidianos

A ideia de garimpar objetos do cotidiano para dar nova função é outro segredinho dos decoradores. Uma parede pode ser decorada com chapéus antigos, porta-retratos de família, descanso de panelas artesanais, cestarias e até bandejas de prata.

Os arranjos inesperados com elementos pouco convencionais dão personalidade ao ambiente e criam pontos de interesse na casa. Na área de lazer, opte por materiais mais resistentes, que possam ficar expostos ao sol e à umidade, mesmo que indiretamente.

  • Pequenos tesouros, grandes ideias

Não deixe os pequenos tesouros de família e os achados em antiquário apenas para datas especiais. A casa fica um charme com objetos antigos no dia a dia, como a cerveja artesanal na beira da piscina no copo de cristal, o tira-gosto na tigela de prata na varanda ou a louça da vovó no café da manhã na mesa do jardim.

Além de valorizar as peças com a sua exposição, está personalizando a decoração. Quer uma dica, os móveis de fibra sintética ficam lindos com cristais, que podem ser usados em vasos, nas bombonieres ou para guardar pequenos objetos no home office.

  • Valorize seu estilo de vida

A decoração deve refletir o seu estilo de vida, não parecer uma vitrine de loja, capa de revista ou a área externa da vizinha. O que você gosta, quais são as suas prioridades?

Se você pouco recebe e a família é pequena, não precisa de uma mesa de jantar de 8 lugares como a Moçambique. Opte por uma menor, como a Grécia, de 6 lugares, ou ainda uma redonda, como a Brava ou a Saara.

Aí a dica é caprichar nas cadeiras, com o grafismo da Amazônia, o balaiado da Juréia ou as linhas orgânicas da Faro, por exemplo.

  • Fibra sintética serve para todos os ambientes

Você sabia que os móveis de fibra sintética não precisam ficar restritos à área externa? Esse é um dos segredos de decoração mais bem guardados, que muitos profissionais do ramo guardam para seus projetos.

Na verdade, a fibra sintética é perfeita para os móveis para piscina e ao ar livre em geral porque são altamente resistentes às intempéries, ou seja, ao sol, chuva, umidade, água clorada, etc.

Além disso são muito fáceis de limpar e têm longa durabilidade. No entanto, com a tecnologia de ponta e o belíssimo trabalho artesanal nas fibras, essas peças se tornaram móveis de luxo.

Com isso eles ganharam cada vez mais espaço, participando da decoração de todos os ambientes da casa, como salas, home office, quartos e home theater.

A grande variedade de texturas e de cores das fibras sintéticas e da pintura eletrostática, personalizando cada móvel, os torna perfeitos para os mais diversos estilos e projetos decorativos.

Ganhou inspiração com esses segredos de decoração? Aproveite agora e venha conhecer mais sobre os móveis de fibra sintética da Villa Rattan e descubra mais ambientes decorados no nosso Instagram!

Deixe uma resposta