Descubra como decorar a casa de conceito aberto e por que esse verdadeiro estilo de vida tem feito tanto sucesso!

Ela chegou para ficar e a tendência se consolida ainda mais no novo normal: a casa de conceito aberto. O nome já entrega o truque arquitetônico, que integra os ambientes com a menor quantidade possível de paredes priorizando a mobilidade e a entrada de ventilação e luz naturais.

No entanto, uma vez a obra construída ou a reforma feita, fica o desafio de fazer a integração perfeita entre os ambientes internos e a área externa através dos móveis.

Os de fibra sintética, por exemplo, são perfeitos porque passeiam bem tanto nos cômodos internos quanto na área externa, criando uma unidade estética.

Com bom gosto, criatividade e alguns segredinhos, veja como fazer a decoração perfeita criando uma unidade harmoniosa entre o mobiliário.

Decoração deve seguir o foco da casa de conceito aberto


O principal foco da casa de conceito aberto é a maior integração possível dos cômodos, em uma casa sem paredes entre os ambientes – ou com quase nenhuma.

Por questões de privacidade, no entanto, quartos e banheiros continuam separados. No restante da casa, entretanto, a prioridade é a mobilidade e a visualização de todos os ambientes, evitando barreiras visuais.

O interessante é que a casa de conceito aberto se aplica tanto para espaços amplos quanto metragem enxuta. Nesse caso, especificamente, a vantagem é otimizar o espaço interno e ampliar visualmente a construção.

Por isso mesmo, é preciso um cuidado extra na hora de mobiliar a casa de conceito aberto, porque todos os cômodos, tanto do interior quanto da área externa, precisam estar em perfeita harmonia. Os móveis de fibra sintética conseguir fazer essa união com muito estilo e elegância.

Veja como decorar seguindo seu estilo


Na casa de conceito aberto, o que delimita os espaços são os próprios móveis. A comunicação entre os ambientes é total e a circulação dos moradores é facilitada por todos os lugares.

Como não há paredes, cada centímetro cada casa de conceito aberto pode ser aproveitada, por isso o espaço tem tanto valor. É preciso que ele seja preenchido com bom gosto e bom senso.

Por isso, nada de entulhar. A ideia é criar conforto com móveis de luxo que trazem sofisticação e aconchego aos cômodos, mas que deem sempre a sensação de amplitude.

A fibra sintética é conhecida por sua resistência às intempéries, mas também por sua beleza, versatilidade e conforto. Além disso, é muito durável, o que garante o investimento. 

Assim, é possível ter móveis artesanais de fibra sintética em todos os ambientes da casa, agregando valor à decoração e unificando esteticamente o visual.

Esse é um ponto crucial, na decoração da casa se conceito aberto, a unidade – e ela começa pelo próprio piso. O ideal é que seja o mesmo em todos os ambientes, justamente para dar a sensação de continuidade.

No caso de haver uma área externa com piscina, por exemplo, pode haver diferenciação do piso, mas é interessante que ele tenha a mesma tonalidade do piso do interior.

Inspiração para decorar em espaços reduzidos

Nos espaços reduzidos os tons claros ajudam a ampliar visualmente ainda mais os ambientes. Por isso, de um modo geral, o ideal é optar por móveis de fibra sintética em tom neutro clarinho em uma casa de conceito aberto de um único espaço para a cozinha, jantar e estar, por exemplo.

Isso não significa que você não possa colocar pontos de cor. Para não haver exageros, mantenha sempre uma base neutra. Uma boa fonte de inspiração é o estilo Japandi, um visual minimalista, mas ao mesmo tempo funcional e zen.

Uma combinação ao mesmo tempo suave e alto astral é apostar em um azul turquesa na corda náutica da banqueta Roma, por exemplo, acabamento em pintura eletrostática champanhe e tecido náutico gelo.

As banquetas, aliás, além de funcionais são uma ótima forma de criar diferenciais na decoração a partir do espaço gourmet. 

Já nos sofás e poltronas, a dica nesse caso é manter o tom neutro e apostar em  mantas e almofadas em tons de turquesa para fazer a ligação.

Já o uso da madeira ajuda a dar uma sensação aconchegante ao local sem opressão. Ela pode entrar na mesa de refeições, como a Grécia, que acomoda bem seis lugares. A peroba rosa de demolição dá um toque de sofisticação extra aos pés de alumínio.

Cuidado para não perder a unidade no espaços amplos

Já na decoração de uma casa de conceito aberto generosa, que integre também a área externa, há muito mais possibilidades.

Aqui, para não ficar pesado apesar do espaço amplo, a dica é manter uma base neutra e escolher duas ou três cores para chamar de suas – e aproveitar toda a versatilidade dos móveis de fibra sintética.

Essas cores podem ser distribuídas pontualmente por toda a casa ou usadas para delimitar espaços.

Assim, é possível usar móveis para piscina com predominância de uma das cores, como em uma espreguiçadeira Grossi, por exemplo, que pode aparecer em outras peças nos ambientes internos.

Outro jeito de dividir os ambientes de alguma forma é com os próprios móveis, delimitando espaços com sofás e poltronas, ou ainda tapetes e aparadores, por exemplo.

Painéis vazados, de madeira ou ferragem, como os muxarabi, também são uma opção sofisticada e aconchegante para a casa de conceito aberto.

No entanto, evite separar totalmente o ambiente interno do externo, preferindo portas de vidro que deixam o visual do exterior bem livre.

De acordo com um estudo feito em 2010 pela Universidade de Chiba (Japão) e publicado no Environmental Health and Preventive Medicine, o contato com o verde da natureza na rotina diária reduz os níveis de cortisol, o hormônio relacionado ao estresse.

Viver em uma casa de conceito aberto oferece oportunidades incríveis de decoração, mas também é uma forma de incentivar a socialização e a conexão com a família.

É uma construção ou reforma que reforça os laços solidários que muitas vezes se perdem em meio à vida corrida.

Quer mais ambientes inspiradores para criar sua própria casa de conceito aberto? Venha desvendar as surpresas do Instagram da Villa Rattan e conheça todas as ofertas da nossa loja online!

Deixe uma resposta