Quer deixar sua casa ainda mais bonita e funcional? Descubra como valorizar ambientes internos e externos com o encanto com da mesa bistrô!

Os bons ventos franceses trouxeram um modelo de decoração que cada vez ganha mais espaço nas casas brasileiras: a mesa bistrô.

Originária dos ambientes intimistas e informais das tavernas francesas, esse charmoso móvel hoje se apresenta em uma grande variedade de modelos, sempre chamando a atenção por onde quer que passe.

Na área externa a mesa bistrô já é presença obrigatória para criar aquele cantinho especial e aconchegante, mas até pelos quartos ela passeia com desenvoltura.

Quer saber como usar esse charme francês na área externa, na varanda e por toda a casa? Então vem com a gente conhecer mais sobre ela e desvendar todos os seus encantos!

O que é a mesa bistrô?

Com certeza você já conhece por ter em casa ou ter esbarrado com ela em vários restaurantes e bares mundo afora. A origem da peça também é bem interessante. O termo bistrô remota ao século XIX, quando a Rússia invadiu a França durante as guerras napoleônicas.

Reza a lenda que os cassacos chegavam aos restaurantes franceses e gritavam “Bistrô, bistrô!”, que em russo significa “rápido, rápido!”, porque estavam com pressa.

Mais tarde esses restaurantes também ficariam conhecidos como bistrô, locais pequenos e acolhedores com refeições ligeiras e saborosas.

Assim, as tais mesinhas que faziam parte do cenário também passaram a compartilhar o apelido, que pegou mundialmente, e hoje são logo relacionadas ao companheirismo de um bate-papo descontraído, um petisco saboroso, um chope na happy hour ou aquele encontro a dois reservado.

Fora dos ambientes comerciais, no entanto, pode-se dizer que o sucesso da mesa bistrô se não é igual, é ainda maior. Fácil de combinar com qualquer estilo, o móvel é um recurso que não pode faltar à decoração da área externa, mas também dos ambientes internos.

Seja qual for o tipo, a mesa bistrô é um encanto

Uma das características da mesa bistrô é a sua variedade. Ela pode ser quadrada e baixa com banquinhos, que é um dos tipos mais populares, ou redonda e alta, como o modelo Guatemala, própria para ser usada com banquetas igualmente charmosas.

Nesse caso a dica é apostar nos modelos com encosto e assento almofadado para tornar o ambiente ainda mais confortável. A banqueta Villy em corda náutica, por exemplo, é ideal para ambientes internos, porque tem os pés em madeira freijó em estilo conificado. Já para criar um cantinho na área externa, os modelos Roma, em tricô náutico, e Santorini, em fibra sintética, são perfeitos por terem a estrutura em alumínio.

Como usar a mesa bistrô

Os bistrôs surgiram também na necessidade das mulheres criarem uma renda enquanto os maridos estavam na guerra. Com isso, transformavam parte de suas casas em pequenos restaurantes, criando um clima aconchegante onde os pratos eram combinados com os próprios clientes.

Esse atendimento personalizado se mantém até hoje e acaba impregnando de valor agregado as próprias mesas bistrôs. Com isso, a peça, que de uma certa forma também sempre fez parte do ambiente residencial, hoje pode ser encontrada em praticamente qualquer cômodo da casa ou na área externa.

  • Nos ambientes internos

Nos ambientes internos a mesa bistrô pode ser integrada à decoração nos mais diversos cômodos, levando ainda mais funcionalidade aos espaços reduzidos, por exemplo.

Na sala de estar, a mesa bistrô pode servir de complemento ao bar, dando um pouco mais de elegância descontraída ao local;

A mesa bistrô também pode ser colocada no quarto para fazer pequenas refeições, como o café da manhã ou uma taça de vinho antes de dormir;

Na cozinha, a mesa bistrô pode substituir a mesa de refeições, criando um cantinho aconchegante, especialmente nos espaços menores;

Na sacada dos apartamentos, a mesa bistrô é uma peça chave nas decorações minimalistas, proporcionando mais funcionalidade ao espaço.

  • Na área externa

Já na área externa, a mesa bistrô esbanja ainda mais versatilidade e funcionalidade. O ideal são peças que possam ficar ao ar livre, resistentes ao sol e à chuva e até mesmo à água clorada, como as de alumínio com acabamento em pintura eletrostática.

Assim, ela pode criar um ambiente diferenciado ao ser colocada na piscina com prainha, por exemplo. Bastam banquetas também resistentes, como os modelos Mali ou Portugal. Já a Napoli é confeccionada em tricô náutico, que é resistente à água mas deve pegar no máximo duas ou três horas de sol.

A mesa bistrô também fica perfeita compondo o ambiente com outros móveis para piscina, diversificando a decoração junto a espreguiçadeiras e mesas de refeições com cadeiras, como própria versão da Guatemala ou a Brava, por exemplo, que também é toda em alumínio e pintura eletrostática.

Na área gourmet da varanda, no rooftop ou na casa de conceito aberto a mesa bistrô cria um ambiente aconchegante e destacado. Capriche na iluminação suave e indireta, com abajur, pendentes ou arandelas na parede próxima. Quando a ocasião for especial, candelabros ajudam a compor o cantinho, tornando a decoração ainda mais cult.

No meio do jardim a mesa bistrô também é sucesso total. O espaço e torna ideal para uma conversa reservada, para um chá no fim da tarde ou apenas quando se quer um pouco de sossego para ler um livro. À noite, sob as estrelas, o lugar fica ainda mais romântico. Ilumine com velas ou varal de luzes para reforçar o clima parisiense.

Inspirado para montar seu espaço com a mesa bistrô? Não esqueça de complementar com outros móveis de fibra sintética para manter os ambientes sempre confortáveis e bonitos por muito mais tempo.

Venha conhecer mais desses móveis de luxo na Villa Rattan e continue acompanhando nosso Blog para receber mais novidades e dicas inspiradoras para sua área de lazer!

Deixe uma resposta