Deixe a ansiedade de lado e proteja seu investimento: veja por que decorar aos poucos é a melhor opção para ter a casa do jeito que sempre quis!

Nesses tempos de distanciamento social muita gente acabou percebendo que a casa, que deveria ser uma extensão do seu jeito de ver a vida, na verdade não a representa. E de repente bate aquela vontade de mudar tudo de uma só vez, na ânsia de se ver espelhado na decoração. Mas é aí que é preciso calma, porque decorar aos poucos tem muito mais vantagens do que parece a princípio.

O problema é que, na ansiedade da mudança, dá vontade de comprar tudo o que vê pela frente. Mas como não houve planejamento nem pesquisa, depois a pessoa não gosta do resultado e acaba colocando a culpa no próprio móvel.

Dinheiro gasto à toa, frustração e arrependimento, mas o estrago já foi feito e não dá para devolver tudo para as lojas. Por isso, se você se identificou com esse momento, pare, respire fundo e veja agora por que decorar aos poucos é melhor e evita muitos aborrecimentos!

Decorar aos poucos dá tempo para fazer um planejamento adequado

Mudar a decoração e colocar tudo no seu estilo é uma delícia, mas isso requer planejamento. Antes de mais nada, pensar com calma no espaço real que você tem para mudar e o que você quer dele.

Tire as medidas das paredes considerando portas e janelas, pense com calma no que deve entrar em cada lugar. Olhe bem para os móveis que você já tem: estão bem dimensionados em relação às medidas ou estão grandes demais? Como deverão ser os móveis novos?

Na área de lazer, considere também outros fatores na hora de decorar aos poucos: a incidência de sol e de chuva, quais os móveis que devem ter maior durabilidade para resistirem às intempéries, como os de fibra sintética, quais devem ser mais fáceis de limpar e/ou resistentes ao cloro, por exemplo.

Decorar aos poucos também ajuda você a descobrir e testar espaços que são pouco usados no dia a dia, dando nova funcionalidade e criando cantinhos super gostosos de estar.

Escolher os móveis que têm mais afinidade com você e possibilidade de personalização

Ficar antenado com as tendências faz parte, mas é muito importante não se deixar guiar por modismos na hora de decorar.

Quando você faz na pressa e isso acontece, há vários riscos: sua casa fica parecendo vitrine de loja, com tudo igualzinho sem personalidade; a moda passa e o móvel fica lá até você enjoar (logo) de olhar para ele todo dia; não era nada daquilo que você queria, no final das contas nem é tão bonito assim.

Quando você decora na ansiedade, acaba comprando móveis produzidos em massa, que não têm história nem qualquer tipo de conexão com você.

Já quando decora aos poucos, pode encomendar seus próprios móveis artesanais, como os de fibra sintética, onde você tem liberdade para escolher a cor da fibra e da pintura eletrostática do acabamento.

Assim, cada móvel de fibra sintética é feito para você, no seu estilo – seja ele qual for.

Pensar na funcionalidade de cada ambiente

É fácil se levar pela beleza das coisas e acabar criando ambientes totalmente inúteis. Ao decorar aos poucos você tem tempo para pensar na funcionalidade de cada espaço e em como ele pode facilitar seu dia a dia.

Uma casa deve ser baseada nos hábitos de seus moradores. Não é funcional abarrotar a decoração com coisas que só acabam atrapalhando a circulação de pessoas e dando impressão de bagunça.

Lembre-se que na decoração menos é mais. Então é melhor ter menos móveis de mais qualidade, beleza e durabilidade e que sejam úteis do que um monte de coisa que não vale nada.

Isso serve também para a área de lazer. Pense na sua área externa como um ambiente de relaxamento, com móveis bonitos, confortáveis e funcionais, que atendam ao uso rotineiro da casa.

Ganhar mais flexibilidade no orçamento

Sempre que se tenta fazer tudo de uma vez, alguma coisa sai errado. Decorar aos poucos permite que você tenha mais flexibilidade no orçamento.

Se a decoração da área de lazer custou mais do que o esperado, economize substituindo aquele azulejo caríssimo que havia pensado para o banheiro. Um truque é fazer uma lista de desejos e estabelecer prioridades no orçamento.

Se os móveis para piscina são a prioridade por causa da chegada do verão e das festas de fim de ano, deixe a reforma dos quartos para um pouco mais adiante – sem pressa.

Pensar com calma nos detalhes técnicos

A decoração não é feita só de móveis, por mais que sejam uma parte importante dessa história. Há todo um lado técnico, e cheio de detalhes, que precisa ser pensado com calma.

Pontos elétricos e hidráulicos, por exemplo, são de suma importância. Não adianta planejar um espaço gourmet na área de lazer se vai ser uma fortuna levar água e esgoto até lá. É preciso estudar e readaptar o projeto para as possibilidades da casa.

Da mesma forma, antes de comprar um móvel para o rooftop, veja se ele cabe no elevador, se será preciso desmontar, se faz curva na escada ou se haverá a necessidade de subir por fora do imóvel, por exemplo.

Na dúvida, consulte um profissional antes de fazer o gasto, porque ele pode acabar saindo muito mais caro do que o esperado.

Ter o móvel certo para cada ambiente

Já pensou comprar móveis lindos para a área de lazer e antes do que você imaginaria estar tudo feio e destruído? Essa é uma situação mais comum do que se imagina, porque na pressa muita gente pensa na beleza, mas não nas características de resistência do móvel.

É o caso, por exemplo, dos móveis de fibra natural em varandas e áreas de lazer. A baixa resistência ao sol e à chuva acaba com a estrutura em pouco tempo, desperdiçando o investimento feito.

Já os móveis de fibra sintética são perfeitos, porque podem ser usados tanto nas áreas internas quanto externas. Resistentes ao sol, à chuva e ao cloro, podem ser trocados sem problema entre os ambientes, propiciando uma renovação da decoração sempre que você quiser.

Viu como há muitas vantagens em decorar aos poucos sua casa e ter um efeito personalizado e alinhado com seu estilo de vida?

Venha conhecer as novidades da loja online da Villa Rattan e descubra muitas outras dicas de decoração no nosso Blog!

 

Deixe uma resposta