Começando a decorar a primeira casa? Conheça os 7 erros de decoração mais comuns e descubra como fugir deles com muito estilo!

Quem nunca errou feio na ânsia de querer acertar alguma coisa? Na maioria das vezes os erros de decoração acontecem exatamente assim, principalmente quando é a primeira casa.

Claro que você já deve ter ouvido que não há regras rígidas na decoração, afinal o importante é se sentir bem no ambiente que você criou. Mas sempre há dicas que levam mais harmonia e leveza para os ambientes, tornando-os mais aconchegantes dentro do seu estilo.

E marinheiro de primeira viagem não tem jeito, acaba errando mesmo. O mais legal é que vários “probleminhas” estéticos acabam podendo ser consertados com facilidade, desde que você saiba onde está o engano e aplique alguns truques.

Sabendo onde estão os erros de decoração é possível consertá-los e criar espaços super agradáveis, evitando repetir mais adiante.

Conheça os 7 erros mais comuns por quem está começando a decorar!

1 – Comprar tudo de uma vez só

Quando é a primeira casa geralmente não se vê a hora de estar tudo pronto e começar a desfrutar do ninho novo. Mas é preciso segurar a ansiedade e descobrir as vantagens de decorar aos poucos.

Ao fazer a decoração sem pressa, você avalia melhor a suas necessidades no dia a dia e até sente mais o clima que você quer que o local tenha.

Além disso, na pressa sempre se acaba tomando decisões precipitadas, principalmente em relação à escolha dos móveis.

Os móveis de fibra sintética, por exemplo, são a grande tendência para áreas externas e ambientes internos. Mas há muitas opções no mercado que não valem a pena.

Escolha com cuidado, dando sempre preferência para móveis artesanais com fibras testadas cientificamente, com design diferenciado e capacidade de personalização das peças.

2 – Superdimensionar os móveis no ambiente

Um dos erros de decoração mais comuns é comprar móveis grandes demais para os ambientes. É fundamental medir todos os espaços antes da escolha, porque móveis grandes demais deixam o ambiente visualmente exagerado e atrapalham na circulação.

Móveis menores são mais fáceis de compor e testar novas combinações, por exemplo. Além disso, o conforto não está no tamanho, mas no material, no design e na produção caprichada.

Na Villa Rattan, por exemplo, você encontra móveis de fibra sintética em modelos super variados, para espaços de todos os tamanhos. É o caso das poltronas Michigan em corda náutica e Porto, em tricô náutico, por exemplo, ou das banquetas Villy e Roma.

Puro estilo e sofisticação em tamanhos diferentes para tornar qualquer espaço muito mais especial.

3 – Entulhar estantes e paredes

O excesso também é um erro de decoração bastante comum. A primeira casa geralmente recebe presentinhos, doações, móveis de família. Mas é preciso parcimônia para saber garimpar as peças certas nos lugares certos.

Não adianta entulhar e deixar os ambientes confusos. O importante é ter móveis que funcionam como peças-chave: bonitos, duráveis, confortáveis e com design.

Construa o clima em torno deles, com objetos queridos, que tenham significado e reflitam sua forma de ver o mundo. Mas elimine os excessos que entulham estantes e paredes, tornando os ambientes visualmente mais limpos e leves.

4 – Encostar todos os móveis nas paredes

O extremo oposto de quem tem medo de impedir a circulação das pessoas com móveis demais é acabar criando um espaço morto no centro do ambiente encostando todos os móveis nas paredes.

Além de ficar sem graça, este erro de decoração dificulta a comunicação das pessoas. Assim, mesmo em uma área de lazer espaçosa, é melhor criar pequenos núcleos aconchegantes com móveis bem dimensionados, dividindo-os por atividades: estar, gourmet, leitura, jogos, home theater, etc.

Já nos ambientes menores o truque é ancorar um elemento principal, geralmente o sofá, e manter os demais móveis fluindo naturalmente ao seu redor.

Há muitas opções de mesas de centro diferenciadas, como a de tronco ou a Aveiro, por exemplo, mas ela também pode ser retirada para dar lugar a poltronas mais confortáveis, como a Canadá ou a Coimbrã.

Use o bom senso sempre na hora de compor os cenários, priorizando a entrada de luz e o movimento habitual dos moradores.

5 – Ter medo de usar cores

Outro erro de decoração comum é ter medo de errar usando cores. O resultado acaba sendo uma casa neutra, sem graça, monótona e sem personalidade.

Hoje uma das grandes tendências em decoração é justamente o uso de cores nos móveis, capitaneada pelas fibras sintéticas e o acabamento em pintura eletrostática.

Claro que, como tudo, a dica é não exagerar, mas criar uma decoração individualizada pautada no uso inteligente das cores.

Assim, é possível manter uma base neutra com pontos coloridos em peças como a banqueta Santorini, a poltrona Oregon ou um seat garden balaiado vermelho, por exemplo.

6 – Não planejar uma área de lazer também para os dias frios

Você não precisa morar em uma casa com quintal e jardim para ter uma área de lazer: a pandemia mostrou que até a varanda do apartamento pode se tornar um ambiente perfeito para relaxar das tensões da semana.

Entretanto, tanto em áreas externas fartas quanto em varandas ou rooftops, um erro de decoração comum é considerar a área de lazer de uso exclusivo do verão.

Uma área de lazer deve ser planejada para todas as estações do ano, com móveis práticos, resistentes, confortáveis e bonitos que não precisem ficar sendo retirados se chover, por exemplo.

Da mesma forma, o espaço deve prever conforto também para os dias frios, seja, com um fechamento em vidro, com toldos para proteger da chuva e do vento e peças que sejam aconchegantes em qualquer estação.

Espreguiçadeiras, sofás e poltronas ao ar livre, por exemplo, ganham novo status com mantas, almofadas e cobertores também nas noites de inverno ao redor de um bom vinho ou de um carteado entre amigos na beira da piscina.

7 – Deixar o espaço com cara de showroom

Quem não gosta de chegar em uma loja e encontrar um monte de opções fantásticas em ambientes decorados perfeitos, não é mesmo? Aqui o erro de decoração é querer que a casa fique com cara de showroom, como se nunca fosse usada.

O que torna qualquer casa um lar é justamente a vida que ela reflete, o dia a dia dos moradores e a individualidade das escolhas. A ideia, então, é mesclar peças novas com itens retrô ou vintage, combinando móveis de família e objetos antigos com elementos modernos e você comprar online com toda facilidade e segurança.

Com essas dicas você vai fugir dos erros de decoração mais comuns na primeira casa e construir ambientes muito mais bonitos, aconchegantes e cheios de personalidade!

Venha conhecer os móveis da Villa Rattan e descubra como a decoração também influencia no seu comportamento!

Deixe uma resposta