Veja como criar uma das maiores tendências em decoração do momento e ter lounge para receber os amigos mais seletos!

 Desacelerar e viver pequenos prazeres de forma íntima, sozinho ou com as pessoas de quem mais gosta. Não é uma sala de estar. O conceito de lounge pressupõe um espaço menos impessoal e acolhedor, com luz baixa e móveis de luxo que transmitam a sensação de conforto e elegância.

Entretanto, algumas pessoas ainda associam o conceito aos bares comerciais ou de hotéis sofisticados. Nada disso, hoje o lounge em casa é uma tendência que ganha cada vez mais adeptos.

Esse tipo de bar intimista pode ser criado em um espaço da sala ou em um ambiente exclusivo, mas tem características bem distintas de um home bar comum ou espaço gourmet.

Saiba mais sobre o lounge e veja como fazer

Em inglês, lounge designa uma pequena sala de espera ou de convivência, salão para drinks ou pequeno bar de hotel. Por aqui, no entanto, o conceito evoluiu para um cantinho íntimo onde receber os amigos para drinks especiais.

Adotado principalmente em residências amplas, em que a sala de estar é muito grande e acaba sendo impessoal, o lounge é mais aconchegante e bem menos informal do que uma área de lazer, por exemplo.

É como se fosse aquele lugar em que, durante o dia, algumas pessoas se escondem da bagunça da área de lazer, e à noite têm seu ambiente reservado  para se divertir com um grupo seleto de amigos.

6 dicas para fazer seu lounge em casa

Embora os móveis sejam os protagonistas desse espaço especial, há vários outros elementos importantes para o lounge em casa. O principal é ficar atento ao conceito de lounge para não errar nas escolhas. Veja algumas dicas.

1 – Sofisticação e conforto são fundamentais

O lounge não é um espaço qualquer. Ele deve ser sofisticado e inspirar o conforto só no olhar. Por isso opte por móveis de luxo, como os de fibra sintética. Além de serem artesanais, as texturas das diferentes fibrassintética, corda náutica e tricô náutico – e as tramas variadas dão exclusividade ao espaço.

As poltronas devem ser fartas, como a Athenas, Oregon, Benfica ou Coimbra. Chaises e canapés também são bem-vindos ao espaço, criando um diferencial de conforto, como a Ilhéus DNA.

2 – Mesas de apoio não podem faltar

O princípio básico do lounge em casa é ser um bar íntimo e sofisticado. Então parta do princípio que as pessoas vão circular com drinks nas mãos, sentarão para conversar e precisarão de apoios variados.

Com isso, as mesas laterais são indispensáveis, até mais do que uma mesa de centro. Modelos como a Estaiada e a Pequim têm a vantagem de dar sensação de movimento e requinte.

3 – Preveja a possibilidade de assentos extras

A ideia é de um ambiente íntimo, mas nunca se sabe quando vai chegar mais um. Então nada de arrastar cadeiras que vão acabar quebrando o clima.

Então já preveja a possibilidade e faça uma decoração inteligente, espalhando seat garden e puffs estratégicos. Assim poderão ser usados a qualquer hora sem interferência estética.

4 – Cuide bem do bar

Claro que o bar é fundamental, então todo cuidado é pouco. Grande ou pequeno, ele deve guardar aquela atmosfera intimista que faz as pessoas relaxarem sem prestar atenção na hora.

Dessa forma, a atenção à escolha das banquetas é indispensável. Elas devem ser bonitas, práticas para a limpeza e duráveis, porque com certeza serão bem usadas.

Opte também por modelos anatômicos, com encosto, que deixam o corpo mais relaxado. Os modelos Roma, Portugal e Santorini são algumas ótimas opções.

Caso opte por não ter balcão, a dica é espalhar algumas mesas bistrô pelo recinto, como a Guatemala, também com banquetas.

5 – Atenção aos acessórios

Não menospreze os acessórios, eles são a alma do lounge em casa, mas não exagere. O ambiente deve ser limpo para que as pessoas possam circular à vontade.

O cuidado com a iluminação deve ir desde a escolha das luminárias até a temperatura da luz. O ideal é fazer uma iluminação indireta, com luz baixa, suave e morna. Lembre-se que a luz branca fria quebra qualquer clima de relaxamento. Prefira pendentes e abajures para criar ambientes distintos.

O conforto explícito deve ser a maior característica do lounge. Você pode e deve incorporar itens de entretenimento, como um bom sistema de som e uma mesa de jogos, mas evite TV, que não é o tipo de distração mais indicado para o propósito do local.

5 – Plantas dão mais conforto estético

A proximidade da natureza é sempre benéfica. Plantas dão movimento ao ambiente, textura, cor e vida. Além disso, são um dos maiores recursos de decoração, mesmo para o lounge em casa.

Por isso não economize nas plantas, mas tome cuidado com a sua distribuição. Apesar de os vasos vietnamitas terem modelos lindos para ficarem em cima de mesas e prateleiras, essa disposição não é muito indicada nesse tipo de espaço para evitar acidentes.

Dê preferência a vasos vietnamitas maiores, mais pesados e firmes, como os modelos Argélia, Berlim, Gênova e Líbano.

Como são muito resistentes – aliás, considerados os mais resistentes do mundo – podem receber até árvores, como fícus e palmeiras. O ambiente fica ainda mais sofisticado com essas espécies altas.

Como as coleções são muito variadas e as cores dos vasos vietnamitas vitrificados são irresistíveis, essa é uma boa oportunidade para dar um ponto de cor no ambiente neutro, ou usar vasos pretos, por exemplo, em um lounge mais colorido.

Agora que você já sabe como criar esse espaço tão especial em casa para receber os amigos, aproveite para descobrir transformar o vaso vietnamita: uma fonte!

Deixe uma resposta